Medicamentos

Finasterida:  Administrado por via oral que influencia a resposta dos folículos pilosos do couro cabeludo aos hormônios androgênicos. Pode ser obtido com receita médica em farmácias ou farmácias de manipulação. É mais recomendada para pacientes masculinos – atualmente, é a principal droga indicada para o controle da miniaturização dos cabelos nos homens –, mas estudos recentes mostram bons resultados em mulheres, em circunstâncias específicas.

Ele reduz a quantidade do hormônio dihidrotestosterona (DHT) no organismo – quando penetra nas células do folículo piloso, ele modifica seu funcionamento e altera o ciclo de crescimento dos cabelos.

Estudos demonstram que o número total de fios que responderão ao tratamento é estabelecido em um ano, e que a continuidade da terapia estimula estes fios a se tornarem mais fortes, com maior diâmetro e mais pigmentados, melhorando a cobertura da região calva.

Minoxidil: É aplicado topicamente no couro cabeludo. Pode ser obtido com receita médica em fórmulas manipuladas e seu uso deve ser associado a um programa de tratamento individual planejado e supervisionado por um médico especialista em restauração capilar. Tem apresentado bons resultados em mulheres.

Ele foi inicialmente desenvolvido para atuar como droga anti-hipertensiva, quando se identificou que os pacientes tratados com ele tinham crescimento de pelos.

O Minoxidil afeta o ciclo capilar ao promover o aumento da duração da fase anágena. Inicialmente, gera o crescimento de fios finos e curtos, que continuam a ter um ciclo pequeno e caem rapidamente. Mas a continuação do uso mudará esse padrão.